sexta-feira, 28 de agosto de 2015

José Fortaleza, 28 de agosto de 2015
Baiano vai entregar Henrique
O lobista Fernando Baiano, que operava os interesses do PMDB no Petrolão, indicou ao MP que irá entregar alguns figurões do partido na sua delação premiada. Eduardo Cunha, Renan Calheiros e Henrique Alves são, segundo ele, beneficiários de milhões desviados da Petrobrás. Segundo fontes da PF, o acordo da delação está quase fechado. 

Lá vem ela de novo
Volta e meia alguém lá em Brasília pede a volta da CPMF. Neste momento, ganha força mais uma proposta pare ressuscitar o imposto, agora com o nome de CIS, Contribuição Interfederativa da Saúde. O vice-presidente Michel Temer se disse surpreso e contrário a este movimento. Segundo ele, a volta deste imposto impulsiona o "projeto impeachment" da presidente Dilma.

Menor de 14 dá cadeia
Atenção sedutores baratos de menores de idade. Um homem foi condenado há 12 anos de prisão por ter tido um relacionamento íntimo com uma menor de 14 anos. Segundo o entendimento da justiça, esse tipo de coisa é estupro, não interessa se consensual ou não. Inclusive, no caso em questão, o relacionamento entre o homem maior de idade e a menor, tinha o consentimento dos pais da menina, quem admitiam até que o camarada dormisse na casa deles. Neste caso, não caberia punição aos pais também? Outra coisa que não é levada em conta pela justiça é se a menor teve relações anteriores. Portanto a desculpa de que a menina já era "rodada", não cola.

Político bandido
A novela com mais bandidos por metro quadrado (Babilônia), deu ontem mais uma lição aos seus telespectadores. Desta vez positiva ao mostrar como políticos bandidos se relacionam com bandidos de verdade. É bom o eleitor prestar atenção neste exemplo da arte imitando a vida. 

Lugar marcado
Foi aprovado em primeiro turno, proposta de Lei impõe parte das vagas no poder legislativo para um dos gêneros. No caso as mulheres que são minoria. Se aprovada em definitivo, elas passarão a ter lugar cativo nas Câmaras de vereadores, Assembleias Legislativas e Congresso Nacional. No pais das cotas, não demorará muito e teremos cotas também para negros, deficientes físicos e outras "minorias".

ABC na Arena
Demorou, mas parece que a diretoria do ABC se convenceu que a "cabeça de burro" enterrada no Frasqueirão é a responsável pelos sucessivos fracassos da equipe naquele estádio. O próximo jogo do alvinegro em Natal contra o Santa Cruz será na Arena das Dunas.
_____________________________________________________________________
Sobre o autor
José Fortaleza
Bacharel em Jornalismo (UFRN), funcionário público e blogueiro

quinta-feira, 27 de agosto de 2015


José Fortaleza, 27 de agosto de 2015
Só mesmo no Brasil
No Brasil, acontecem coisas difíceis de se explicar para um gringo. Ontem por exemplo, o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, teve que passar pelo crivo do senado para continuar à frente do Ministério Público Federal. Ele e seus subordinados são os responsáveis por fazer as denúncias à justiça dos políticos envolvidos em crimes, como os apurados na operação Lava-Jato. E foi justamente por quem ele investiga e denuncia, que ele teve que se submeter ontem à julgamento. O senador Fernando Collor, recentemente denunciado por Janot, tentou de todas as formas constrange-lo. Em vão. Outros tentaram insinuar que o procurador estivesse envolvido em esquemas para livrar alguns políticos. Também não colou e Janot foi aprovado para o cargo.

Violência banal
Vivemos tempos difíceis no Brasil de hoje com a banalização da violência. Mata-se por qualquer motivo. Se não bastasse a nossa triste vida real, vem uma novela da Globo dar ainda mais suporte às mentes fracas e doentias com uma novela onde matar é regra. Capítulo sim, capítulo não, alguém é assassinado na trama. É o apelo de quem não tem uma boa estória para contar e tenta atrair a audiência com a exibição de crimes que ao lado da nudez e do sexo, fisgam a atenção da massa. Ontem, fomos apresentados a mais uma invenção carioca, o "microondas". Quem acompanha o noticiário cotidiano, já sabia o que era. Mas o que a novela fez ontem foi de forma bem didática, um verdadeiro treinamento de como queimar uma pessoa viva entre pneus. A arte imita a vida, ou vida imita a arte? 

Se não fosse o Flamengo
"Eu teria, um desgosto profundo, se faltasse, o Flamengo no mundo". Este trecho do hino do Flamengo deve estar sendo cantado por todo vascaíno hoje. Afinal, se não fosse o Flamengo, o torcedor cruzmaltino não teria nenhum motivo para sorrir rumo à Série B.

____________________________________________________________________
Sobre o autor
José Fortaleza
Bacharel em Jornalismo pela UFRN, funcionário público e blogueiro

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

PAISAGEM SERRANA

Uma paisagem tipicamente serrana foi registrada nas primeiras horas de hoje em São Pedro. Nesta imagem, na comunidade de Lagoa Grande, pode-se ver a formação da névoa formada pela condensação da água.

PREFEITA OSTENTAÇÃO ESTÁ FORAGIDA


Resultado de imagem para prefeita ostentação
Prefeita gosta de ostentar
A prefeita da cidade de Bom Jardim, estado do Maranhão, Lidiane Leite, se encontra foragida desde o dia 20 quando a Polícia Federal deflagrou uma operação para investigar denúncias de desvios de recursos públicos na sua gestão. O caso ganhou grande repercussão, após ganhar destaque na mídia nacional devido ao estilo de vida prefeita exibindo toda a sua vida de luxo e glamour nas redes sociais, enquanto a educação do município se encontra no caos. O advogado da prefeita, Carlos Sérgio de Carvalho, afirmou que ela possui recursos próprios para justificar a vida de luxo que leva. Segundo ee, o salário de R$ 12 mil que recebe como prefeita, os bens do ex-marido e o que ele denominou "namorado rico", explicam o estilo de vida da prefeita.

A Polícia Federal deflagrou a operação Éden para investigar as denúncias de desvio de recursos destinados à merenda escolar, reforma e construção de escolas no município. Já forma presos o ex-marido dela, o fazendeiro Humberto Dantas, e o ex-secretário de Agricultura Antônio Gomes.Para o advogado, a repercussão do caso é injusta. "O Brasil está fazendo linchamento, chamando-a de 'prefeita ostentação', mas ela tinha recursos próprios para isso. Ela tem o salário que é absolutamente suficientes para ter essa qualidade de vida. O único bem que ela tem é um carro popular", disse ele.

Beijinho no ombro

Em uma de suas polêmicas postagens, a prefeita diz a uma seguidora: "Antes de ser prefeita, eu era pobre, tinha uma Land Rover. Agora estou numa SW4 (modelo que custa a partir de R$ 130 mil). Devia comprar um carro mais luxuoso porque graças a Deus o dinheiro está sobrando". Ela ainda disse para a mesma seguidora: "Eu compro o que eu quiser, gasto sim como eu quero. Não estou nem ai para o que acham. Beijinho no ombro para os recalcados".

No discursos de posse, Lidiane afirmou que iria fazer uma "mudança em Bom Jardim" porque, durante a campanha, havia conhecido a "triste realidade" da população, destacando que iria oferecer uma melhor educação para as crianças. "Iremos trabalhar junto a este povo tão carente e tão sofrido. Deus sabe o coração que eu tenho, que nesses quatro anos quanto irá dar certo, que Bom Jardim irá para frene, que Bom Jardim irá para um futuro melhor. Que nós teremos mais educação para nossas crianças. Faremos valer a vontade do povo, foi o povo que me elegeu e é para o povo que eu vou trabalhar" disse na ocasião. 

O fato é que as crianças saem das aulas mais cedo pois falta merenda, as escolas estão caindo, outras funcionam de improviso em construções precárias e inadequadas como é o caso de uma que está funcionando onde antes era um bar. O advogado nega que a prefeita tenha participado de qualquer esquema que a beneficiasse com verbas municipais. "Não há qualquer prova de que houve desvios de recursos públicos. O que há são alguns pagamentos de diárias, de R$ 800, R$ 1.000, que foram de viagens justificadas que ela fez. Ela é uma jovem responsável, Qualquer erro que o governo tenha cometido, ela vai responder". Para ele, o mandado de prisão contra ela é "desnecessário", porque ela "não atrapalhou as investigações". "Ela está em uma situação de absoluto desconforto, com depressão e assutada com toda a situação. Ela está presa porque não pode sair de onde está. A ansiedade e a angústia se abatem sobre ela, que tem consciência da responsabilidade perante o município", afirmou.

Fonte: Uol

terça-feira, 25 de agosto de 2015


José Fortaleza, 25 de agosto de 2015

Bom senso mandou lembrança
A maioria dos trabalhadores esperam um feriado prolongado para poder fazer uma programação diferente com a família. Pode ser uma viagem para visitar um parente distante ou conhecer outros lugares, enfim, três dias abre a possibilidade de curtir um lazer diferenciado com a família ou os amigos. Porém os profissionais da educação de São Pedro não terão este privilégio pois marcou-se par o dia 7 de setembro, uma segunda-feira, o desfile da independência, compensado com uma folga na terça. Ai já é tarde, o feriado das outras pessoas já terá acabado.

Estadual acertou
Devido a isso, pela primeira vez em anos, os desfiles não serão unificados. A direção da escola estadual, usou da lógica e fará o seu na sexta-feira, sem atrapalhar a vida de ninguém.

Demorou
Uma das maires críticas ao governo federal nos últimos anos, era a existência de quase 40 ministérios. O governo tentava justificar, dizendo que cada ministério representava uma prioridade da gestão. O fato é que, com tanto ministério existe uma grande soma de gastos para mantê-los. A presidente disse que a idéia é cortar pelo menos 10 dos 39, além de 1000 cargos comissionados, dos mais de 22 mil existentes em todo o poder executivo federal. É pouco, mas já é alguma coisa.

Tetas
O problema nestes cortes é como acomodar a fome desenfreada dos políticos por cargos. A verdadeira intenção da criação de tantos ministros, era atender a sanha dos deputados e senadores pelos cargos. Diante da crise política, onde boa parte da base está insatisfeita com o governo com o corte de verbas para suas emendas, mandar para casa os apadrinhados de Vossas Excelências, poderá gerar ainda transtornos para o governo.

América ainda no G4
O América arrancou um empate no final do jogo de ontem contra o Salgueiro após ter levado um gol da cobrança de um pênalti que não existiu. Os árbitros mais uma vez prejudicando o Mecão. O empate valeu para segurar o Salgueiro na tabela, mas deixou o time rubro próximo dos rivais. O Botafogo, que venceu ontem o Cuiabá, está com 19 pontos, 2 à menos do que o América, que é o 4º colocado.
____________________________________________________________________________
Sobre o autor
José Fortaleza
Bacharel em Jornalismo pela UFRN, funcionário público e blogueiro

domingo, 23 de agosto de 2015


José Fortaleza, 23 de agosto de 2015
Vexame
Acho que todos que vivem e amam esta terra de São Pedro, se sentiram envergonhados ontem quando fomos expostos em alguns dos nossos piores pecados diante da audiência da maior emissora de televisão do estado. Esta questão da pocilga é um gravíssimo problema de saúde pública e ambiental. O problema não é de hoje. Se alastra à muito tempo sem solução. Existe a questão social, pois algumas famílias tiram o seu sustento da criação dos animais naquele local insalubre. Daí vem o temor dos governantes locais, que temem tomar alguma providência e sofrer o desgaste com estas famílias. 

Vexame 2
Porém não se justifica deixar aquela situação como está. Além da poluição do rio, pessoas consomem a carne daqueles animais.  

Tudo legal
O ministro Gilmar Mendes determinou a abertura de investigação nas contas da campanha de reeleição da presidente Dilma. Diante disso, o PT emitiu mais uma nota à impressa onde diz que "todas a doações foram legais e declaradas à Justiça". Sabemos disso. O dinheiro que entrou  no caixa do partido, entrou obedecendo todos os trâmites da legislação. O PT diz a mesma coisa desde que estourou este escândalo, e não tem mais o que dizer. Alega que não tem como saber a origem da grana. Apenas recebe, agradece e pronto!

Tudo legal 2
Dai a importância de se proibir a doação recursos privados para partidos e candidatos. É uma grande porta para a corrupção. Este problema não é exclusivo do PT. Todos os partidos fazem em maior ou menor escala. O jogo sujo da política exige e eu insisto em dizer que só quem pode mudar isso é a sociedade. Nossa classe política não tem esta capacidade.

Enfim, uma providência
O chôroro dos prefeitos diante da escassez de recursos nem sempre vem acompanhado de medidas efetivas para amenizar os cofres públicos. Quando tomam alguma providência, é sempre no sentido de penalizar a população. Porém o prefeito de São Paulo do Potengi toma uma medida que se não é tão significativa dentro do orçamento de um município, tem pelo menos um apelo moral. Naldinho irá enviar à Câmara, projeto em que reduz o próprio salário, do vice, secretários e cargos comissionados. Demonstra, cortando na própria carne, que o gestor está preocupado e atuando para se adequar a realidade. Claro que isso só não basta. Mas não deixa de ser um gesto positivo.
____________________________________________________________________
Sobre o autor
José Fortaleza
Bacharel em Jornalismo pela UFRN, funcionário público e blogueiro

sábado, 22 de agosto de 2015

O VEXAME DE SÃO PEDRO NA TV

Cláudio Ribeiro, secretário de agricultura 
O programa Rota InterTV, exibido na emissora afiliada da Rede Globo no RN, focou hoje a segunda parte de uma reportagem sobre o rio Potengi. Na semana passada, a primeira parte mostrou a nascente do rio em Cerro-Corá, na Serra de Santana. Seguiu para São Tomé, Barcelona e terminou em São Paulo do Potengi. Em todas elas o foco era as oportunidades que o rio pode oferecer na geração de empregos na agricultura e no turismo. Problemas também foram exibidos, como a seca, que é uma questão natural, mas também a degradação do rio pela ação do homem, como o desmatamento e o assoreamento. Mas nada foi tão chocante para a equipe do que o que foi visto em São Pedro.
Aqui se surpreenderam com os "donos do rio" que cercam o leito do rio como se lhes pertencessem um patrimônio natural. O fato por si só, absurdo, foi superado pelo resultado de décadas de descaso. A presença de uma pocilga e o derrame de parte do esgoto da cidade sem tratamento no rio. O odor no local fez o apresentador Leo Souza sentir ânsia de vômito. 
A pocilga é um problema antigo. Volta e meia, surgem debates e polêmicas sobre o que fazer com o local. Os gestores públicos relutam tomar providências mais drásticas por temerem o desgaste político. A população finge que o problema não as atinge. E assim, vamos destruindo o rio.
Professora Maria Tereza: "O rio Potengi sobrevive aqui por puro milagre"

sexta-feira, 21 de agosto de 2015



José Fortaleza, 21 de agosto de 2015
Puxou o tio
Ontem, assistindo a TV Senado, tive a oportunidade de ver o senador Garibaldi Alves fazer um pronunciamento onde registrava sua indignação com a falida reforma política em trâmite no Congresso Nacional. Demonstrou, pelo menos nas palavras, estar sintonizado com os anseios da maioria dos brasileiros. A insipiente reforma política aprovada pela Câmara, teve a cara do Eduardo Cunha, um político que se beneficia e muito do atual sistema. Agora a reforma segue para o Senado, onde Garibaldi nutre uma pequena esperança que se aprofunde nas propostas e se aproxime dos anseios da sociedade. Vendo Garibaldi tão crítico com a atuação dos seus pares, lembrei-me do seu tio, Agnelo Alves. Quando falava como jornalista, era crítico mordaz das atitudes dos políticos. Porém quando entrava em cena o Agnelo político, fazia tudo ao contrário do que falara como jornalista.

Ops
Garibaldi arrancou risos da pequena plateia que lhe assistia ontem no plenário quase vazio do Senado. Afinal era final de tarde de uma quinta-feira, e boa parte dos senadores já estava pegando o beco para seus estados. Quando falava que era contra o fim das reeleições para os cargos executivos sob argumentos dos defensores da proposta de que a prática era repleta de vícios e corrupção, o Senador colocou que tinha sido beneficiado pelo instituto. “Se a reeleição é repleta de vícios e corrupção, vamos criar instrumentos para combatê-los. Eu mesmo fui beneficiado. Pela reeleição, e não pela corrupção, pelo amor de Deus”.

Independence day
Até agora, a prefeitura não se pronunciou sobre a mudança do dia do desfile da independência. Bem que poderia seguir a ideia da escola estadual que irá fazer o seu no dia 04, não atrapalhando a vida de quem deseja curtir o feriadão em paz.

Caixinha de surpresa
Bem que esta velha máxima de que futebol é uma caixinha de surpresas é certa e faz do esporte o mais popular do mundo. Quem diria que um time, lanterna da segunda divisão, cheio de desfalques e jogando na casa do um adversário várias vezes campeão brasileiro e do mundo, com um elenco milionário saísse vencedor. O Ceará foi ontem ao Morumbi e derrotou o poderoso São Paulo por 2 a 1.

Max não
E o treinador do América vai insistir com Max. O jogador já demonstrou que ultimamente não tem contribuído em nada para o sucesso do alvirrubro. A boa atuação da equipe no último jogo contra o ASA, não convenceu Roberto Fernandes de que está na hora de deixar o “homem-de-pedra” de lado.

Greve besta
E os prefeitos ameaçam fazer greve contra a redução dos repasses da União. É o tipo de grave que não fede e nem cheira. Teria o mesmo efeito de uma greve de aposentados. O fato é que os recursos podem até ser pouco, mas também os municípios são muito mal administrados. Se fossem empresas, estariam condenadas à falência. Se você tem uma receita de 1 milhão, por exemplo, não pode comprometer este 1 milhão com despesas, pois em algum momento vem 900 mil e ai está criado o problema. Mais recursos não irão resolver os problemas dos prefeitos, pois se dobrar os repasses, eles dobrarão as despesas. Lembro que no início do governo Lula, com a economia em franca expansão e fartos recursos entrando nos cofres das prefeituras, os gestores encheram os gabinetes de apadrinhados políticos e gastaram de forma perdulária. Quando veio a crise, o estrago estava feito e não houve reparo até hoje. É uma bola de neve que não para de crescer.

Um novo pacto
Que é necessário um novo pacto federativo não se descute. As demandas por serviços nos municípios são crescentes. Porém não adiantará nada botar mais dinheiro nas mãos dos prefeitos, se estes não se capacitarem e empregarem boas práticas de gestão. Por isso, boa parte dos recursos já vem “amarrados”, pare que não sobre muita margem de manobra para os prefeitos.

ôh aperreio
Dou por vista o aperreio dos deputados quando souberam da notícia de que o prédio da Assembléia tinha amanhecido cercado por policiais e promotores. Afinal, quase ninguém é santo naquele recinto.
___________________________________________________________________
Sobre o autor
José Fortaleza
Bacharel em Jornalismo pela UFRN, funcionário público e blogueiro

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

GARIBALDI ALVES: "OU NÓS MUDAMOS, OU SEREMOS MUDADOS"

O senador Garibaldi Alves (PMDB) subiu a tribuna do senado no final da tarde de hoje e, pelo menos no discurso, demonstrou estar sintonizado com os desejos de boa parte da população brasileira no que se refere às questões da reforma política, eleitoral e partidária.
Garibaldi: Pelo menos nos discursos, está ao lado do povo
Segundo o senador potiguar, os temas aprovados pela Câmara dos Deputados e que irão agora para apreciação do Senado, pode ser comparado a "pequeno rio afluente" diante das grandes expectativas e anseios do povo brasileiro.
Garibalde se disse pessimista por uma reforma política profunda. Grandes temas como a fidelidade partidária, financiamento privado de campanhas não foram devidamente discutidas e aprovadas de acordo com o que o povo queria e, temas como o voto distrital, nem sequer foram inseridos na nova lei.
Dentre as mudanças, a mais relevante foi o fim da reeleição para presidente, governadores e prefeitos. O senador se declarou contrário, pois impede o julgamento por parte do eleitor, dos gestores. "Eu fui beneficiado pela reeleição, assim como perdi minha única eleição para uma candidata no poder" referindo a sua própria reeleição ao governo do RN em 98, e a sua derrota, a única em sua carreira politica, em 2006, quando perdeu para a então governadora Wilma de Faria. Disse ainda que "se existe alguns vícios na reeleição, vamos criar mecanismos contra esses vícios".
Aparteado pelo Senador Paulo Paim (PT-RS), este se mostrou também outro pessimista com a fraca reforma que a casa receberá da Câmara. Outro que também apoiou o pronunciamento de Garibaldi, senador João Capiberibe (PSB-AP), fez até um apelo para o ministro Supremo Gilmar Mendes, cujo está em suas mãos, vistas do processo de inconstitucionalidade da doação de empresas para campanhas eleitorais, acrescentado que isto é um absurdo pois "empresa não vota. Quem vota são as pessoas físicas. Empresa investe e quer retorno do investimento"
Garibaldi mais uma vez demonstrou seu descontentamento, pois lembrou que a Câmara inseriu na constituição a doação de empresas. Portanto, o tema deixou de ser inconstitucional.
Garibaldi encerrou sua participação na tribuna com uma frase para fazer os políticos refletirem. "Ou nós mudamos, ou seremos mudados".

PIXULECO FARÁ TURNÊ PELO PAÍS


O boneco inflável que se tornou destaque nos protestos do último domingo contra a presidente Dilma e o PT, ganhou nome e uma atribuição. Passou a ser chamado de Pixuleco e viajará pelo país divulgando a revolta de seus idealizadores contra o ex-presidente Lula. O boneco foi às ruas sem um nome específico, porém surgiu na boca do povo o desejo de batizá-lo com o nome do termo em que o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari denominava a propina dirigida à legenda, conforme depoimento de um dos operadores do Petrolão. 
Segundo o aposentado Ricardo Honorato, que investiu R$ 12 mil na confecção do boneco, a ideia era chamar a atenção das pessoas para Lula, já que os protestos pediam apenas a derrubada da presidente Dilma. Agora o boneco passará por reparos e poderá surgir em qualquer lugar do Brasil. O roteiro, segundo Honorato, será mantido em sigilo para evitar possíveis represálias. Pixuleco já conta inclusive com perfil no facebook, onde é seguido por mais de 7.500 pessoas.

O ex-presidente Lula se manifestou através da assessoria do Instituto Lula. Em nota, o instituto afirma “Lula foi preso na ditadura porque defendia a liberdade de expressão e organização política. O povo brasileiro sabe que ele só pode ser acusado de ter promovido a melhora das condições de vida e acabado com a fome de milhões de brasileiros, o que para alguns, parece ser um crime político intolerável. Lula jamais cometeu qualquer ilegalidade antes, durante ou depois de seus dois governos”.
Surgiu outro boneco
E nos protestos de hoje, desta vez à favor do governo, surgiu outro boneco com idêntico apelo. Desta vez, o "homenageado" foi o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), envolvido em casos de corrupção e denunciado pelo Procurador-Geral, Rodrigo Janot ao Supremo, junto com o senador Fernando Collor. Como este será batizado?