JSP NOTÍCIAS

JSP NOTÍCIAS
Compromisso apenas com o leitor

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

ROBINSON E FÁTIMA MARCAM PRESENÇA NA REGIÃO POTENGI

Robinson recebido por Fortaleza
O entardecer de domingo foi de muita animação em São Pedro com a presença dos candidatos da coligação Liderados Pelo Povo que levou uma grande multidão às ruas da cidade para ouvir as propostas de Robinson e Fátima Bezerra, candidatos ao governo e ao senado, respectivamente.
Por volta da 15 horas, já tinha muita gente concentrada no bairro Boa Sorte esperando por Robinson. Ele chegou uma hora depois e daí seguiram todos em uma grande carreata pelas ruas da cidade que culminou com o comício em frente a parada central dos ônibus.
Falaram pelo grupo de apoiadores à candidatura da “Liderados Pelo Povo” os ex-vereadores Florêncio (PR) e Raimundo Baier (PT). Ambos ressaltaram a coragem de Robinson e Fátima de não fazerem parte do acordão e oferecerem ao povo do RN, a chance de escolher o seu futuro.
Fátima e sua ligação com São Pedro
Graça e Fátima
A deputada federal e candidata ao Senado, Fátima Bezerra, lembrou da sua ligação de mais de 30 anos com a cidade de São Pedro. Segundo ela, sua vindas constantes ao município, remonta ao final dos anos 70, quando estabeleceu laços de amizade com a professora Graça Ribeiro.
A amizade gerou apoio político aos cargos disputados por Fátima, que fez parte do parlamento estadual e a três mandatos está em Brasília. Como deputada federal, Fátima alocou recursos para a ampliação da escola municipal Luiz Varela, em Lagoa de Fora, tornando-a a terceira maior instituição de ensino de São Pedro.
O sucesso de Fábio Faria com o eleitorado feminino
Mas, declarou que sua maior conquista, foi a implantação, com recursos seus no orçamento, do Instituto Federal (IFRN) em São Paulo do Potengi, possibilitando que os jovens de São Pedro e demais municípios da região, tenham acesso a um ensino de qualidade bem próximo de suas casas, sem precisar mais, ter que ir para Natal.
Outra conquista da deputada foi a agência da Previdência Social, também em São Paulo do Potengi, que oferece aos trabalhadores e aposentados de São Pedro e região, o atendimento antes só era possível em Natal.
Robinson pregou a liberdade
Robinson discursa...
...para uma multidão.
O vice-governador e candidato ao governo do estado, Robinson Faria (PSD), agradeceu a grande acolhida que teve em São Pedro e agradeceu a todos que de forma corajosa, estão apoiando a sua candidatura, especialmente Fortaleza (PT), Flávio Araújo (PR), Raimundo Baier (PT) e especialmente o vereador Zé da Caçamba (PMDB), que disse não ao acordão e veio prestar o seu apoio à Robinson, Fátima e Cristiane Dantas.
Robinson destacou a liberdade com que as pessoas estão apoiando sua candidatura. “São 7 governadores, 10 senadores, 6 deputados federais, 21 estaduais, mais de 100 prefeitos e até a daqui também está do lado de lá, e vocês não se dobraram a este acordão (…) que prega a mudança. Que mudança? Se são os mesmos que governam o RN a mais de 50 anos. A mudança será deles, que irão mudar de estado após a derrota no dia 05 de outubro”, disse ele, que falou ainda da sua trajetória política, onde exerceu 6 mandatos de deputado estadual e presidiu a Assembléia Legislativa por dois mandatos, sempre sendo reconhecido por cumprir os compromissos assumidos.
Absurdo em Rui Barbosa
A carreta da Liberdade seguiu rumo à Lagoa de Velhos, Barcelona e Rui Barbosa onde um fato inimaginável nos dias hoje aconteceu. Simpatizantes da candidatura adversária bloquearam a entrada da cidade para impedir a entrada da caravana. Foi preciso a intervenção da PM para abrir caminho. Diante da praça lotada Robinson disse: “O povo é livre. O povo tem direito de escolha e ninguém é dono da cidade. Vamos libertar os potiguares dessa velha política! Todos os potiguares tem o direito de conhecer as nossas propostas e escolher em quem vão votar! Vamos lutar cada dia mais por esse direito”, afirmou.
Em São Tomé o povo tomou conta da rua
Foto: Blog São Tomé Notícias
Em São Tomé uma grande multidão
O ponto alto da noite foi a chegada em São Tomé. Lá, uma grande multidão esperava a caravana. Em São Tomé, o ex-prefeito Babá (PSB) apóia Robinson e diante da péssima popularidade do atual prefeito do PMDB, a expectativa é de uma grande vitória naquela cidade.




Agradecimentos: Francisco Luiz (fotos)

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

ROBINSON E FÁTIMA EM SÃO PEDRO

Fátima e Robinson em São Pedro
Neste domingo, a "Caravana da Liberdade", movimentação de campanha de Robinson e Fátima Bezerra, estará na região Potengi. O evento terá início por volta da 15 horas em São Pedro e percorrerá ainda os municípios de Lagoa de Velhos, Rui Barbosa, Barcelona e São Tomé.
Em São Pedro, os candidatos serão recebidos por correligionários e apoiadores das mais variadas vertentes políticas, que se uniram contra o acordão que também foi reproduzido localmente entre a maioria dos políticos da cidade.

FÁTIMA ABRE VANTAGEM NA BRIGA PELO SENADO

De Nominuto.com

Por uma pequena margem na intenção de votos, a candidata Fátima Bezerra (PT) lidera a corrida pela única vaga do Senado entre os eleitores de Natal. A petista aparece com 29,1% das preferências na pesquisa estimulada do Seta Instituto. Wilma de Faria (PSB) vem logo em seguida com 25,8% das intenções de voto. As duas estão empatadas dentro da margem de erro, que é de 3% para mais ou para menos, na mais nova pesquisa Nominuto/Seta divulgada nesta sexta-feira (22).
A professora Ana Célia (PSTU) aparece em terceiro lugar com 3,9%; seguida de Roberto Ronconi (PSL) com 3,2%; e de Lailson de Almeida (PSOL) com 2,6% das citações. Brancos, nulos e nenhum somaram 18,4%; e não responderam ou não sabem 17%.
Espontânea
Na pergunta espontânea para o Senado, Fátima Bezerra também lidera com 24,2% das citações; seguida de Wilma de Faria com 20,9%; Ana Célia com 3,4%; Roberto Ronconi com 2,8%; e o professor Lailson de Almeida com 2,1%.
natal_seta-senado_espon_770
Rejeição
Na briga pelo Senado, Wilma apresenta maior rejeição com 32,2% das respostas; Fátima é rejeitada por 21,3% dos entrevistados; Ronconi, por 10,4%; professora Ana Célia por 4,7%; e Lailson por 4,5% dos natalenses.
Brancos, nulos e ninguém somaram 16,1%; e não responderam ou não sabem totalizaram 10,8%.
Natal_seta_senado_rejei_770
O Seta Instituto ouviu 800 eleitores entre os dias 16 e 17 de agosto nas quatro zonas administrativas da capital. A margem de erro é de 3%, para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%. A pesquisa Nominuto/Seta foi registrada no TRE-RN com o número 00014/2014.

HENRIQUE E ROBINSON EMPATADOS EM NATAL

Do Nominuto.com
A corrida eleitoral para o governo segue acirrada e aberta em Natal. É o que aponta a mais nova pesquisa do Seta Instituto divulgada hoje (22) em parceria com o portal Nominuto.com. Na estimulada, Henrique Alves (PMDB) obteve 29,4% das intenções de voto na capital, seguido de perto por Robinson Faria (PSD) com 27,5%, numa clara situação de empate técnico.
Simone Dutra (PSTU) aparece em terceiro com 4,6% das preferências; Robério Paulino (PSOL) tem 3,8%; e Araken Farias (PSL) registra 2,9%. Brancos, nulos e nenhum somaram 16,6%; e não sabe ou não respondeu 15,2%.
O Seta Instituto ouviu 800 eleitores entre os dias 16 e 17 de agosto nas quatro zonas administrativas da capital. A margem de erro é de 3%, para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%. A pesquisa Nominuto/Seta foi registrada no TRE-RN com o número 00014/2014.
 
Espontânea
Na pergunta espontânea para o governo, Henrique Alves obteve 24,2% das preferências. Robinson Faria vem logo em seguida com 21,8% das intenções de voto, mantendo o empate técnico em relação ao candidato do PMDB.
Simone Dutra registrou 4,2% das citações; Robério Paulino 2,9%; e Araken Farias 2,2%. Brancos, nulos e nenhum somaram 23,3%; e não sabem ou não responderam 21,4%.
 Natal_seta_gov_espon_7701

Rejeição
Henrique Alves registrou maior rejeição, com 22,2% das citações. Robinson Faria é o segundo maior rejeitado, com 19,4%.
Robério Paulino é rejeitado por 12,7% dos entrevistados do Seta Instituto; Simone Dutra por 4,8%; e Araken Farias por 4,9%. Brancos, nulos e nenhum somaram 20,2%; não sabe ou não responderam 15,8%.

terça-feira, 19 de agosto de 2014

HENRIQUE ESTÁ PREOCUPADO

Segundo o Jornalista Lauro Jardim em sua coluna no site da revista Veja, o candidato ao governo do RN, Henrique Eduardo Alves (PMDB), está preocupado com os rumos da sua campanha. Pesquisas feitas para análise interna do comando da campanha, aponta que a situação está se complicando para ele. 
O deputado tão logo soube da publicação, entrou em contato com o jornalista e disse que a sua vantagem para o segundo colocado é de 15%. Veja a nota de Lauro Jardim.

Henrique Alves preocupado

Toma lá...
Alves: insatisfeito com os números
As mais recentes pesquisas internas encomendadas por Henrique Eduardo Alves sobre suas chances na corrida ao governo do Rio Grande do Norte causaram tensão no candidato. E na cúpula do PMDB.

(Atualização, às 14h56: Henrique Alves entra em contato para garantir que suas pesquisas lhe dão quinze pontos percentuais de frente)
Por Lauro Jardim

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

WILLIAM BONNER REAGE A AGRESSIVIDADE VIRTUAL E DESABAFA

Ainda na segunda-feira, após a entrevista do candidato do PSDB, Aécio Neves, ao Jornal Nacional, uma avalanche de xingamentos e verborragia conspiratória baixou nas redes sociais. Houve quem interpretasse as perguntas incisivas, feitas por William Bonner e Patrícia Poeta, como algo agressivo, o que definitivamente não ocorreu.
Na terça,  o mesmo tom incisivo foi usado na entrevista com Eduardo Campos, do PSB, em tom jornalístico e cortês.
Ontem, a morte de Campos motivou todo tipo de manifestação nas redes sociais, em especial no Twitter, com teor político que instigou barracos virtuais e troca de ofensas sem precedentes.
Em seu programa na Globo, pela manhã, Fátima Bernardes criticou o teor agressivo criado a partir da tragédia. Disse que é de um tempo em que, mesmo se não gostasse de seu vizinho, jamais bateria em sua porta para dizer que não gostava dele. E admitiu ter eliminado muita gente de sua lista de relações nas redes sociais, por não concordar com a postura delas.
Mais tarde, foi a vez de Bonner postar em seu perfil no Instagram um desabafo sobre o uso da internet para desfilar agressividade. Enquanto aguardava teto para voar de Brasília para o Rio, com Poeta, o editor-chefe e âncora do JN postou o seguinte:
“Enquanto aguardamos que o tempo nos permita decolar, vejo com espanto como as paixões eleitorais momentâneas podem alimentar a intolerância de um tipo de eleitor que se considera suficientemente informado sobre os candidatos – e que nega às outras pessoas o direito de se informar. É aquele que não quer saber mais nada. Não quer ouvir explicação sobre nenhuma questão polêmica. E é um direito dele. O problema é quando não quer que ninguém mais tome conhecimento daquelas questões. E, por isso, insulta quem pensa de forma diferente, insulta quem cobra aquelas explicações de candidatos a cargos públicos. Isso se chama obscurantismo. Tenho 30 anos de profissão e me orgulho de ter entrevistado candidatos à presidência do Brasil em 2002, em 2006, em 2010 e neste ano. Em todas as entrevistas, fiz e farei as perguntas que os candidatos prefeririam não ter que ouvir. Assuntos que lhes são desconfortáveis, incômodos. Assuntos que eles não abordam na propaganda eleitoral, obviamente. São assuntos de interesse jornalístico, são assuntos que o eleitor deve conhecer. Todos os candidatos que entrevistei, sem nenhuma exceção, sabiam que era papel deles prestar esses esclarecimentos – e que era meu papel cobrar as explicações. E isso sempre foi feito, de ambas as partes, de forma cordial, serena, respeitosa. Sempre. É esse respeito que falta aos que usam o espaço de comentários de uma foto para insultar, agredir, praguejar contra o conteúdo eminentemente jornalístico de uma entrevista. Insultam não só a mim, como entrevistador, mas a todos os demais eleitores que desejam ser informados sobre as questões polêmicas de todos os candidatos, sejam quem forem. Essa intolerância eu faço questão de deixar registrada nos comentários. Alguma utilidade terá pra quem quiser analisar os frequentadores desse ambiente encantador e agressivo, enriquecedor e mesquinho, democrático e sectário que é a internet.”

Do Blog de CRISTINA PADIGLIONE – Estadão

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

NOITE HISTÓRICA PARA A NAÇÃO AMERICANA

Marcelinho, à direita, abriu o placar para o América-RN, com um belo chute de fora da área Foto: Alexandre Cassiano / O Globo
O golaço de Marcelinho. O primeiro do jogo e da goleada (foto Alexandre Cassiano/O Globo

Nem o mais otimista torcedor rubro acreditaria em uma façanha de tamanha proporção como foi a de ontem. Em pleno Maracanã, o América aplicou uma sonora goleada no poderoso Fluminense, que havia vencido o mesmo América em Natal, na semana passada, por 3 a 0.
A descrição desta noite histórica deixaremos para o maior jornal carioca, O Globo, aproveitando para lembrar que devemos deixar de lado o antigo complexo de vira-latas, e torcer pelos nosso clubes, ao invés de valorizar os clubes do sul, que pouco ou quase nada respeitam as nossas tradições.

Flu é goleado pelo América-RN por 5 a 2 e dá adeus à Copa do Brasil

Vexame tricolor foi em pleno Maracanã

por
RIO - Não foi uma noite para esquecer. Foi uma noite para lembrar sempre e jamais repetir. O Fluminense que vinha encantando no Campeonato Brasileiro cometeu todo tipo de erro. Do planejamento do jogo ao menosprezo ao adversário, passando por uma série de atuações individuais abaixo da crítica. Ignorou que o futebol profissional, por mais que as diferenças de orçamento e talento sejam grandes, não tolera a negligência a qualquer jogo. Eis que, em pleno Maracanã, após ter vencido o humilde América-RN por 3 a 0 na casa do rival, o Fluminense escreveu uma das páginas mais vergonhosas de sua história recente. Da comissão técnica a quem entrou em campo, todos ficam marcados como os personagens que permitiram que o clube fosse submetido a uma goleada de 5 a 2 e a uma eliminação marcante. Pelo lado negativo, é claro.
O América-RN, que perdia por 2 a 1 até os quatro minutos do segundo tempo, diante de um Fluminense que surpreendeu ao escalar quase todos os titulares, conseguiu quatro gols em sequência para chegar às oitavas de final da Copa do Brasil. O adversário será conhecido por sorteio, no dia 19. Na próxima fase, os times que disputaram a Libertadores vão entrar na disputa. Já o Fluminense, como “prêmio” e por obra do calendário brasileiro, ganha uma vaga na Copa Sul-Americana.
O torcedor tricolor até poderia tratar por acomodação a atuação ruim do time. Mas é difícil justificar um desastre de tamanhas proporções. Até porque, nos 20 minutos em que acelerou o jogo e se empenhou no primeiro tempo, mostrou o quanto era melhor do que o rival. Levou um gol aos 17 minutos, em bonito chute do lateral Marcelinho. Depois, liderado por Cícero, trocou passes e virou a partida sem grande dificuldade. Aos 31 minutos, Cícero deu belo passe para Fred tocar na saída de Fernando Henrique. Aos 37, Fred cruzou e Valencia esbarrou em Fernando Henrique. Na volta, Cícero fez o segundo gol tricolor. No intervalo, Fred, que levara uma pancada no joelho, deu lugar a Walter.
APAGÃO NO SEGUNDO TEMPO
Parecia apenas mais um acidente quando, aos quatro minutos do segundo tempo, Max apareceu diante de Diego Cavaliei para empatar novamente. Cristóvão chamou Conca, um dos dois titulares poupados. Depois, ainda lançou Wagner. Mas o time parecia duvidar de que uma tragédia era possível.
O placar final no Maracanã, com a virada do América-RN - Marcelo Theobald / Agência O Globo
Pois aos 30, Cavalieri saiu mal do gol e foi driblado por Alfredo, que tocou para o gol: 3 a 2. Não era mais acidente ou coincidência. Em seguida, Elivélton salvou uma bola sobre a linha e Márcio Passos cabeceou com perigo. Nada que tirasse o Fluminense da pasmaceira. Até que, aos 37, uma bola cabeceada na trave encontrou Alfredo, livre diante de uma zaga estática. Ele empurrou par ao gol: inacreditáveis 4 a 2. Difícil de acreditar e de digerir foi o gol de Rodrigo Pimpão. Aos 45, Jean falhou e perdeu na corrida. Fabrício, um dos piores em campo, só olhou Pimpão deslocar Cavalieri e completar o vexame.
FLUMINENSE 2 X 5 AMÉRICA-RN
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Rodrigo Ferreira (SC)
Auxiliares: Nadine Bastos (SC) e Angelo Bechi (SC)
Renda/Público: R$ 80.400 / 4.355 pagantes
GOLS: Marcelinho, 16'/1ºT (0-1); Fred, 31'/1ºT (1-1); Cícero, 37'/1ºT (2-1); Max, 4'/2ºT (2-2); Alfredo, 30'/2ºT (2-3); Alfredo, 37'/2ºT (2-4); Rodrigo Pimpão, 45'/2ºT (2-5)
FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Bruno, Elivélton, Fabrício e Carlinhos; Valencia, Jean, Cícero e Chiquinho (Wágner, 30'/2ºT); Rafael Sobis (Conca, 16'/2ºT) e Fred (Walter, Intervalo). Técnico: Cristovão Borges.
AMÉRICA-RN: Fernando Henrique, Marcelinho, Cleber, Lazaro e Paulo Henrique; Márcio Passos, Tiago Dutra (Val, Intervalo), Andrezinho e Jeferson (Rodrigo Pimpão, Intervalo); Arthur Henrique e Max (Alfredo, 20'/2ºT). Técnico: Oliveira Canindé.

terça-feira, 12 de agosto de 2014

PREFEITURA PROMOVE FÓRUM DO SELO UNICEF

O Conselho Municipal do Direto da Criança e Adolescente e a Articulação do Selo Unicef, realizarão amanhã na associação de Idosos Sonho Encantado, o 1º fórum comunitário do Selo Unicef. A iniciativa faz parte do processo de obtenção do "Selo Unicef" que é destinado aos municípios que elaboram e executam políticas públicas que garantem o pleno desenvolvimento – físico, mental e emocional – de crianças e adolescentes.
O Selo UNICEF - Município Aprovado é um reconhecimento internacional que o município pode conquistar pelo resultado dos seus esforços na melhoria da qualidade de vida de crianças e adolescentes. A partir de um diagnóstico e de dados levantados pelo UNICEF, os municípios que se inscrevem passam a conhecer melhor sua realidade e as políticas voltadas para infância e adolescência. Com dados concretos e participação popular, o município tem condições de rever suas políticas e repensar estratégias de forma a alcançar os objetivos buscados, que estão relacionados aos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.

Serviço 
O que é: 1º Fórum Comunitário do Selo Unicef
Onde: Associação de Idosos Sonho Encantado. Rua Coronel Maurício Freire, nº 202, Centro
Quando: amanhã, 13 de agosto à partir das 8 horas

PASSAGEM DE HENRIQUE PELO POTENGI FOI FRACASSO DE PÚBLICO

O giro dos candidatos Henrique Alves (PMDB) e Wilma de Faria (PSB) pela região Potengi foi uma decepção no que diz respeito a presença do público. Segundo os blogs da região e pessoas que testemunharam os comícios e carreatas, a participação popular esteve aquém das expectativas.
Em São Paulo do Potengi, a cidade pólo da região, o retrato do desanimo popular ficou mais evidente segundo os blogs Diário do Potengi e Silvério Alves que estamparam a seguinte manchete: "Pouca gente no comício de Henrique e Vilma em São Paulo do Potengi".
Henrique, no seu discurso, disse que estava deixando uma reeleição certa para deputado federal e presidente da Câmara Federal, para disputar o Governo do RN, "com o objetivo de unir forças para tirar o nosso Estado do atraso em  que está metido".
"Acreditamos na vitória, pois por onde estamos passando a recepção do povo vem sendo muito boa em torno do meu nome e do de Vilma", disse o candidato.
Pessoas presentes ao comício

Laurita Arruda, esposa de Henrique, ladeada por correligionárias

Pouca gente próximo ao palanque - Foto: Diário do Potengi
Comparação: blog São Tomé Notícias divulgou foto de comício de Rosalba em 2010 no mesmo local
 

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

COMEÇA A COMPLICAR PARA HENRIQUE E VILMA. ROBINSON JÁ EMPATOU, E FÁTIMA DIMINUI A DIFERENÇA

Começa a ficar complicada a eleição para os "super-candidatos" Henrique e Vilma. Segundo pesquisa do Instituto GPP para a rádio Cidade FM de Natal, registrada sob o número RN-0011/2014 e divulgada hoje pela manhã, Henrique e Robinson aparecem tecnicamente empatados. O candidato do PMDB tem hoje 28,2% da preferência do eleitor potiguar, enquanto Robinson (PSD) obteve 26,4%.
A diferença que hoje é de 1,8%, dentro da margem de erro que é de 4%, já foi de mais de 15%.
Os números são estes:
Henrique e Robinson empatados
Henrique Alves (PMDB): 28,2%
Robinson Faria (PSD): 26,4%
Robério Paulino (PSOL): 2%
Simone Dutra (PSTU): 1%
Araken Farias (PSL): 0,3%
Branco/Nulo: 21%
Não Sabe ou não respondeu: 20,8%

Para o senado, a diferença diminui
A disputa entre a ex-governadora Vilma de Faria (PSB) e a deputada federal Fátima Bezerra (PT) pelo senado já mostra desde o início que também será bastante disputada. Vilma partiu nas primeiras pesquisas com vantagem girando em torno dos 10%. Hoje, pela pesquisa da GPP, a diferença caiu para 5,6%.
Veja os números:
Fátima já cola em Vilma
Wilma de Faria (PSB) – 34,5%
Fátima Bezerra (PT) – 28,9%
Lailson (PSOL) – 2,5%
Roberto Ronconi (PSL) – 0,5%
Ana Célia (PSTU) – 0,8%
Branco/Nulo –
Não Sabe – 14,7%